Tendinite e a Osteopatia

Com as nossas técnicas de osteopatia vamos conseguir ajudar a aliviar as suas dores, melhorar a mobilidade ou mesmo a fazer desaparecer as suas dores.
Estas dores podem ocorrer tanto nos adultos do sexo masculino como do sexo feminino no entanto também muitos jovens sofrem com estas dores devido ás más posturas ou traumas desportivos mas sobretudo devido ao stress diário dos estudos e principalmente em época de exames altura em que a tensão é maior.
Após um tratamento com nossas técnicas sente logo uma melhoria significativa.
Faça um tratamento e sinta a diferença, sinta melhor sinta-se feliz.

Tendinite é a inflamação do tendão e pode surgir por várias causas. Estas podem ser microtraumatismos repetidos, por questões profissionais ou desportivas (também é muito comum as tendinites no cotovelo dos tenistas, por exemplo), ou ser de origem degenerativa, provocando o envelhecimento dos tecidos, um desgaste ou mesmo uma ruptura de fibras de colagénio que constituem o tendão.

Os sintomas são principalmente: a dor que se acentua à palpação, à contracção e alongamento do músculo associado. Muitas vezes a amplitude do movimento fica reduzida e a pessoa queixa-se que “não têm posição para dormir”, isto porque para além de a dor provocar desconforto, o calor da cama acaba por piorar a inflamação e quando já existe degeneração á noite tem tendência a piorar.

As tendinites mais comuns surgem na articulação do ombro e cotovelo mais precisamente no tendão do bicípite braquial e no tendão da musculatura extensora que se insere no epicôndilo lateral (mais conhecida por epicondilite), respectivamente. Estas são as situações mais comuns que me aparecem no meu consultório mas a tendinite pode surgir em qualquer outro tendão. É importante esclarecer que o tendão é um tecido fibroso que liga e “fixa” o músculo ao osso. O tendão é flexível mas tem pouca elasticidade (pois quem tem de ter elasticidade é o músculo) no entanto, é muito resistente.
As minhas técnicas manuais de osteopatia e muitas vezes associadas a outras técnicas que tenho desenvolvido ao longo dos anos têm permitido resultados muito positivos no tratamento da tendinite.

O diagnóstico em Osteopatia é sempre feito depois de uma avaliação global de todo o corpo porque muitas vezes, a causa da tendinite não está nos movimentos repetidos mas sim na inervação do músculo em questão. Isto é, a inervação deste músculo tem origem na cervical (C5 e C6), podendo qualquer alteração a nível destas vértebras comprometer o bom funcionamento das estruturas. Poderá haver uma diminuição no espaço entre as vértebras num dos lados e levará a uma compressão do nervo, levando assim a uma irritabilidade deste que consequentemente irá comprometer outras estruturas, como os vasos sanguíneos (défice na vascularização). Se for este o caso, o tratamento passa pelo alívio dos sintomas mas o mais importante é restabelecer a parte estrutural, a cervical. Seguindo sempre os conceitos Osteopáticos, se conseguirmos tratar a origem do problema a probabilidade de ele voltar é muito menor.

A tendinite costuma ocorrer em regiões, como extensores do punho, nas mãos, nos músculos dos ombros, tornozelos, cotovelos, entre outras, e ocorre por diversas situações. Abaixo, seguem algumas delas:

  • Posição inadequada durante a prática de atividades e esforços, como a musculação e carregamento de pesos;
    Postura errada;
    Esforço intenso e longo, principalmente, no caso de esportistas;
    Falta de aquecimento prévio para a prática de exercícios físicos
    Infecções, de modo geral;
    Falta de hidratação e alimentação inadequada;
    Traumas mecânicos;
    Doenças reumatológicas e do sistema imunológico;
    Alterações de origem biomecânica que aumentam a sobrecarga sobre o tendão (causa mais comum)

O tratamento de osteopatia pode ser uma das melhores formas de ajudar a tratar a sua tendinite.

tendinite

OUTROS TIPOS DE DOR

Ligue 243 591 485

Ou contacte através do formulário abaixo